Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Acreditar !!

Imagem
Acreditar !
Nossa visão do mundo é muito limitada. Mesmo nossos sonhos mais longínquos não nos permitem ir mais além, quando nosso eu está ferido.
Quando tudo vai mal, quando não conseguimos acrescentar uma gota sequer de solução aos nossos problemas, começamos a ver o mundo como se tudo fosse cinza, como se tivéssemos o poder de ir apagando toda a beleza que está espalhada à nossa volta.
A questão nem é ser negativo, pois uma pessoa negativa o será sempre, mas é de ir deixando aos poucos de acreditar que algo possa ser mudado, simplesmente porque o tempo é interminável quando sofremos ou esperamos alguma coisa que tarda a chegar, ou ainda quando tomamos as dores dos outros acompanhando o movimento do mundo.
Mas mesmo quando tudo estiver cinza, quando as possibilidades de saída te parecerem como muros altos e intransponíveis, continue acreditando! Não deixe a peteca cair! 
Eu garanto que enquanto você se mantiver em movimento para construir alguma coisa, a esperança vai estar no seu c…

Viver e não ter a vergonha de ser feliz!

Imagem
Esses dias caminhando em direção ao metrô, via as pessoas indo e vindo, algumas assentidas das suas posições na sociedade, outras em massa de manobra sem ter noção do real motivo de estarem ali.
Volta e meia no decorrer da vida, e suas ranhuras, chegamos em algumas linhas de raciocínio que parece que ninguém irá nos entender. E realmente não irá. Quando porventura, ou por uma aventura, nos encontramos em um estado de espírito denominado “sei lá” a tal ponto que nem realmente nós conseguimos contextualizar as nossas aflições, a única solução é: serenar.
Existem coisas que não precisam ser entendidas, aceitas ou estar dentro dos padrões da sua família ou sociedade. Tentar entender tudo é chato e coabitar com os próprios pensamentos encharcados de dúvidas todos os dias é uma faísca para despertar a própria loucura.
Relaxar é fluência, não displicência. Saber relaxar também é uma inteligência direcionada, é saber ressignificar as prioridades e tirar mais tempo para viver. Con…

O que tem sido...

Imagem
Faltava já tem um tempo atualizar o blog sobre como segue meu tratamento...
Fiz minha mastectomia e tudo correu bem, exceto o dreno que entupiu logo no dia seguinte em que sai do hospital e que por esse motivo, exigiu que eu tivesse que ir ao Rio de 3 em 3 dias fazer punções para retirar o seroma. Foi um período cansativo.
Nos primeiros dias ao me olhar no espelho, foi de um estresse sentido, mudo, calado na sua impotência... A sensação de mutilação é real e latente, e exige de mim um exercício em conjunto de domínio da mente, do corpo e principalmente da alma. Tentar superar e acreditar na mastectomia como um detalhe, frente à possibilidade de cura e de direito a vida, é o ponto chave. 
Hoje já me conformo e acredito mesmo que o preço, se for esse, é muito baixo perante o presentão da vida... Pessoas passam por estórias semelhantes ou diferentes, não sou mais sofredora e nem menos sofredora do que os demais, apenas cada um de nós, temos nossas medidas, nossas próprias dores e dificuldad…